segunda-feira, 30 de setembro de 2013

UM LIVRO / UM AUTOR DAS NOSSAS ILHAS

A BE dedica este mês de Outubro à nossa Natália Correia que com toda a certeza já conheces.

Natália de Oliveira Correia  foi uma intelectual, poeta (a própria recusava ser classificada como poetisa por entender que a poesia era assexuada) e activista social açoriana, autora de extensa e variada obra publicada, com predominância para a poesia. Deputada à Assembleia da República (1980-1991), interveio politicamente ao nível da cultura e do património, na defesa dos direitos humanos e dos direitos das mulheres. Autora da letra do Hino dos Açores. Juntamente com José Saramago (Prémio Nobel de Literatura, 1998), Armindo Magalhães, Manuel da Fonseca e Urbano Tavares Rodrigues foi, em 1992, um dos fundadores da Frente Nacional para a Defesa da Cultura (FNDC).

A obra de Natália Correia estende-se por géneros variados, desde a poesia ao romance, teatro e ensaio. Colaborou com frequência em diversas publicações portuguesas e estrangeiras. Foi uma figura central das tertúlias que reuniam em Lisboa nomes centrais da cultura e da literatura portuguesas nas décadas de 1950 e 1960. Ficou conhecida pela sua personalidade livre de convenções sociais, vigorosa e polémica, que se reflecte na sua escrita. A sua obra está traduzida em várias línguas.

São várias as obras desta autora que a BE tem ao teu dispor. Destacamos para já "O Canto Livre de Afrodite", uma autobiografia fantástica, simples e divertida de se ler.

Vem até à tua Biblioteca Escolar e lê este e outros livors connosco!

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

A Palavra da Semana




 in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/pertinente.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Homenagem ao poeta António Ramos Rosa


 
Morreu esta segunda-feira em Lisboa, aos 88 anos, o poeta e ensaísta António Ramos Rosa, um dos nomes cimeiros da literatura portuguesa contemporânea, autor de quase uma centena de títulos, de O Grito Claro (1958), a sua célebre obra de estreia, até Em Torno do Imponderável, um belo livro de poemas breves publicado em 2012. Exemplo de uma entrega radical à escrita, como talvez não haja outro na poesia portuguesa contemporânea, Ramos Rosa morreu por volta das 13h30 desta segunda-feira, em consequência de uma infecção respiratória, em Lisboa, no Hospital Egas Moniz.
Além da sua vastíssima obra poética, escreveu livros de ensaios que marcaram sucessivas gerações de leitores de poesia, como Poesia, Liberdade Livre (1962) ou A Poesia Moderna e a Interrogação do Real (1979), traduziu muitos poetas e prosadores estrangeiros, sobretudo de língua francesa, e organizou uma importante antologia de poetas portugueses contemporâneos (a quarta e última série das Líricas Portuguesas). Era ainda um dotado desenhador.
Prémio Pessoa em 1988, António Ramos Rosa, natural de Faro, recebeu ainda quase todos os mais relevantes prémios literários portugueses e vários prémios internacionais, quer como poeta, quer como tradutor.
Já muito fragilizado, o poeta, que estava hospitalizado desde quinta-feira, teve ainda forças para escrever esta manhã os nomes da sua mulher, a escritora Agripina Costa Marques, e da sua filha, Maria Filipe. E depois de Maria Filipe lhe ter sussurrado ao ouvido aquele que se tornou porventura o verso mais emblemático da sua obra — “Estou vivo e escrevo sol” —, o poeta, conta a filha, escreveu-o uma última vez, numa folha de papel.
 Aqui fica uma breve homenagem de Santa Maria.


Não Posso Adiar o Amor  

Não posso adiar o amor para outro século
não posso
ainda que o grito sufoque na garganta
ainda que o ódio estale e crepite e arda
sob montanhas cinzentas
e montanhas cinzentas

Não posso adiar este abraço
que é uma arma de dois gumes
amor e ódio

Não posso adiar
ainda que a noite pese séculos sobre as costas
e a aurora indecisa demore
não posso adiar para outro século a minha vida
nem o rneu amor
nem o meu grito de libertação

Não posso adiar o coração

António Ramos Rosa, in "Viagem Através de uma Nebulosa

sábado, 7 de setembro de 2013

APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR é o lema para o ano letivo 2013-2014


Após uma férias bem merecidas, regressamos para mais um ano letivo. À semelhança do ano transato, na biblioteca escolar vamos continuar empenhados para que a nossa biblioteca preste cada vez mais um serviço de qualidade para toda a comunidade educativa. O lema deste ano vai ser Aprender com a biblioteca escolar e será com esse mote que iremos desenvolver atividades e disponibilizar recursos que possam ser úteis no processo de aprendizagem contínua e efetiva de todos os utilizadores.  

Contamos com a presença e colaboração de todos. 


segunda-feira, 2 de setembro de 2013

A Equipa da Biblioteca Escolar dá as Boas Vindas a toda a comunidade

 É já na próxima quinta -feira, dia 5 de setembro, que a equipa mariense, participante e vencedora do concurso Jovens Autores de Histórias Ilustradas, promovido pela Nissan, composta pelas alunas Brenda Cabral e Sofia Magalhães, parte em viagem para Londres, acompanhada pelo professor Juan Nolasco. 
A equipa da Biblioteca Escolar envolvida neste projeto, no âmbito da parceria com o Plano Nacional de Leitura, não pode deixar de felicitar uma vez mais as alunas pelo sucesso atingido e deseja que esta viagem seja  vivida como mais uma experiência enriquecedora do seu percurso escolar. 

Para os que agora iniciam o ano letivo, a equipa da Biblioteca Escolar faz votos para que possamos juntos alcançar os nossos objetivos e convida toda a comunidade educativa a participar nas atividades e projetos que iremos desenvolver ao longo do ano.

 Para abrir o apetite e porque nunca é demais falar das boas práticas, aqui fica a reportagem do Jornal "O Baluarte" a propósito do concurso  "Jovens Autores de Histórias Ilustradas”

"Equipa mariense uma das vencedoras do concurso da Nissan Portugal: Jovens Autores de Histórias Ilustradas”

Decorreu ontem, dia 3 de julho, na Biblioteca Nacional, em Lisboa, a cerimónia de entrega de prémios da 1ª edição do concurso "Jo
vens Autores de Histórias Ilustradas", promovido pela Nissan com a chancela do Plano Nacional de Leitura (PNL) e o apoio da editora Leya.

Esta iniciativa enquadra-se no conceito de "Cidadania Azul" da Nissan, em particular na vertente de responsabilidade social corporativa e tem como objectivo estimular as competências dos adolescentes, com vista à identificação de potenciais novos talentos nas áreas da escrita e da ilustração em Portugal.

Esta 1ª edição decorreu durante o 2º período deste ano lectivo, abrangendo mais de 900 escolas a nível nacional e 400mil alunos do ensino secundário. O mote desta edição foi a "Mobilidade Sustentável" e os alunos participantes tiveram como desafio criar uma história original e de seguida ilustrá-la, dando largas à sua criatividade desde que mantendo-se fiéis ao tema do concurso "Jovens Autores de Histórias Ilustradas".

Após uma primeira selecção pelas escolas participantes, o júri nacional, composto por personalidades e entidades de reconhecida competência, nomeadamente a jornalista Bárbara Wong, a escritora Alice Vieira, o ilustrador Paulo Buchinho, o escritor António Torrado em representação da Sociedade Portuguesa de Autores, o pintor Eurico Gonçalves pela Sociedade Nacional de Belas Artes, o Comissário do PNL Fernando Pinto do Amaral, Miguel Pais do Amaral da editora Leya e o Director-geral da Nissan Portugal, Marco Toro, reuniu-se para selecionar os nove melhores trabalhos e eleger os vencedores das categorias "Melhor História" e "Melhor Ilustração".

Entre as 36 candidaturas finais a escolha do júri nacional recaiu sobre os seguintes trabalhos:
A Força do Meu Ser - Mariana Mela Martins e Rita Pereira, Colégio Campo das Flores - Caparica
Right - Rita Joana da Cruz Roque, Escola Secundária de D. Duarte - Coimbra
Esta é a Nossa Casa - Sara Isabel Madeira Mateus e Ana Raquel Chainho Simões, Escola Secundária Dr. António Carvalho de Figueiredo- Loures
Amanhã Vou Ficar - Francisca Penteado, Escola Secundária da Maia - Maia
Querido Mundo - Ana Luísa Silva e Maria Francisca Gama, Colégio Dr. Luís Pereira da Costa - Monte Redondo
O Carro Não Pega, Tens Ideias? - Brenda Cabral e Sofia Magalhães, Escola Básica e Secundária de Santa Maria Açores - Açores
Solução Aguarelável - Fábio Araújo e Maria João Amaral, Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas - Aveiro
Corrida a Nível Mundial - Mihaela Monteanu e Pedro Fialho, Escola Secundária Henriques Nogueira - Torres Verde
A Melodia dos Cabelos Dançantes - Rita Pereira e Maria Iglésias, Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves - Vila Nova de Gaia

A comunidade Nissan no Facebook teve também uma participação activa no concurso, através da votação online, que viria a confirmar uma das escolhas do júri nacional, o trabalho "Querido Mundo".

Entre os trabalhos submetidos ao júri nacional foram também eleitos os vencedores da Melhor História e da Melhor Ilustração. O júri foi unânime na escolha do trabalho "Solução Aguarelável" para estes dois critérios.

Segundo Marco Toro, Director-geral da Nissan Portugal "o concurso Jovem Autores de Histórias Ilustradas Nissan cumpriu plenamente o seu objectivo de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade futura mais sustentável, onde a necessidade de mobilidade se articulará na perfeição com a defesa do meio ambiente e preservação dos recursos naturais."

"A Visão da Nissan - Tornar Melhor a Vida das Pessoas - reflecte-se de forma clara nas aspirações e ideais transmitidos pela escrita e ilustrações destes jovens autores. E é para tornar realidade estes ideais das gerações mais jovens que a Nissan trabalha afincadamente em todo o Mundo e em cada dia, melhorando os seus produtos e processos, por forma a alcançar uma Mobilidade Sustentável no longo prazo", conclui.

Para premiar o talento destes novos autores nacionais, as nove histórias ilustradas seleccionadas serão reconhecidas publicamente através da edição de um livro e os alunos irão ter a oportunidade de passar um fim-de-semana em Londres, durante o qual os aguarda uma visita ao Centro de Design Europeu da Nissan, local por excelência onde se escreve e desenha o futuro da marca na Europa.

Para além destes prémios, a dupla de autores da Solução Aguarelável, Fábio Moreira Araújo e Maria João Amaral - ambos de 17 anos e alunos do Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas, Aveiro - irão agora ter um novo desafio: criar em exclusivo uma nova história e ilustrá-la, para posterior publicação em livro exclusivo em 2014.

fonte: nissa portugal

Pode consultar os trabalhos vencedores em:
http://pt.scribd.com/collections/4233481/CONCURSO-«JOVENS-AUTORES-DE-HISTORIAS-ILUSTRADAS»
 Foto: Equipa mariense uma das vencedoras do concurso da Nissan Portugal: Jovens Autores de Histórias Ilustradas”
 
  Decorreu ontem, dia 3 de julho, na Biblioteca Nacional, em Lisboa, a cerimónia de entrega de prémios da 1ª edição do concurso "Jovens Autores de Histórias Ilustradas", promovido pela Nissan com a chancela do Plano Nacional de Leitura (PNL) e o apoio da editora Leya.
 
Esta iniciativa enquadra-se no conceito de "Cidadania Azul" da Nissan, em particular na vertente de responsabilidade social corporativa e tem como objectivo estimular as competências dos adolescentes, com vista à identificação de potenciais novos talentos nas áreas da escrita e da ilustração em Portugal.
 
Esta 1ª edição decorreu durante o 2º período deste ano lectivo, abrangendo mais de 900 escolas a nível nacional e 400mil alunos do ensino secundário. O mote desta edição foi a "Mobilidade Sustentável" e os alunos participantes tiveram como desafio criar uma história original e de seguida ilustrá-la, dando largas à sua criatividade desde que mantendo-se fiéis ao tema do concurso "Jovens Autores de Histórias Ilustradas".
 
Após uma primeira selecção pelas escolas participantes, o júri nacional, composto por personalidades e entidades de reconhecida competência, nomeadamente a jornalista Bárbara Wong, a escritora Alice Vieira, o ilustrador Paulo Buchinho, o escritor António Torrado em representação da Sociedade Portuguesa de Autores, o pintor Eurico Gonçalves pela Sociedade Nacional de Belas Artes, o Comissário do PNL Fernando Pinto do Amaral, Miguel Pais do Amaral da editora Leya e o Director-geral da Nissan Portugal, Marco Toro, reuniu-se para selecionar os nove melhores trabalhos e eleger os vencedores das categorias "Melhor História" e "Melhor Ilustração".
 
Entre as 36 candidaturas finais a escolha do júri nacional recaiu sobre os seguintes trabalhos:
A Força do Meu Ser - Mariana Mela Martins e Rita Pereira, Colégio Campo das Flores - Caparica
Right - Rita Joana da Cruz Roque, Escola Secundária de D. Duarte - Coimbra
Esta é a Nossa Casa - Sara Isabel Madeira Mateus e Ana Raquel Chainho Simões, Escola Secundária Dr. António Carvalho de Figueiredo- Loures
Amanhã Vou Ficar - Francisca Penteado, Escola Secundária da Maia - Maia
Querido Mundo - Ana Luísa Silva e Maria Francisca Gama, Colégio Dr. Luís Pereira da Costa - Monte Redondo
O Carro Não Pega, Tens Ideias? - Brenda Cabral e Sofia Magalhães, Escola Básica e Secundária de Santa Maria Açores - Açores
Solução Aguarelável - Fábio Araújo e Maria João Amaral, Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas - Aveiro
Corrida a Nível Mundial - Mihaela Monteanu e Pedro Fialho, Escola Secundária Henriques Nogueira - Torres Verde
A Melodia dos Cabelos Dançantes - Rita Pereira e Maria Iglésias, Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves - Vila Nova de Gaia
 
A comunidade Nissan no Facebook teve também uma participação activa no concurso, através da votação online, que viria a confirmar uma das escolhas do júri nacional, o trabalho "Querido Mundo".
 
Entre os trabalhos submetidos ao júri nacional foram também eleitos os vencedores da Melhor História e da Melhor Ilustração. O júri foi unânime na escolha do trabalho "Solução Aguarelável" para estes dois critérios.
 
Segundo Marco Toro, Director-geral da Nissan Portugal "o concurso Jovem Autores de Histórias Ilustradas Nissan cumpriu plenamente o seu objectivo de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade futura mais sustentável, onde a necessidade de mobilidade se articulará na perfeição com a defesa do meio ambiente e preservação dos recursos naturais."
 
"A Visão da Nissan - Tornar Melhor a Vida das Pessoas - reflecte-se de forma clara nas aspirações e ideais transmitidos pela escrita e ilustrações destes jovens autores. E é para tornar realidade estes ideais das gerações mais jovens que a Nissan trabalha afincadamente em todo o Mundo e em cada dia, melhorando os seus produtos e processos, por forma a alcançar uma Mobilidade Sustentável no longo prazo", conclui.
 
Para premiar o talento destes novos autores nacionais, as nove histórias ilustradas seleccionadas serão reconhecidas publicamente através da edição de um livro e os alunos irão ter a oportunidade de passar um fim-de-semana em Londres, durante o qual os aguarda uma visita ao Centro de Design Europeu da Nissan, local por excelência onde se escreve e desenha o futuro da marca na Europa.
 
Para além destes prémios, a dupla de autores da Solução Aguarelável, Fábio Moreira Araújo e Maria João Amaral - ambos de 17 anos e alunos do Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas, Aveiro - irão agora ter um novo desafio: criar em exclusivo uma nova história e ilustrá-la, para posterior publicação em livro exclusivo em 2014.

fonte: nissa portugal
 
Pode consultar os trabalhos vencedores em:
http://pt.scribd.com/collections/4233481/CONCURSO-%C2%ABJOVENS-AUTORES-DE-HISTORIAS-ILUSTRADAS%C2%BB